Programação

09/06/2019

Horário: 16:00

GRUPO ENTRE ELAS NO CIRCUITO UNIMED-BH com o espetáculo teatral "Quando eu Vim Para um Belo Horizonte"

Local: Praça Floriano Peixoto - Santa Efigênia

Compartilhe

 VENHA ASSISTIR A TEMPORADA DE REESTREIA DA PEÇA TEATRAL “Quando eu vim para um Belo Horizonte”.

Novo figurino, novo cenário, novas cenas, novos sonhos e novas esperanças.

*Será no dia 09 de Junho (Domingo), às 4h da tarde.*
LOCAL: Praça Floriano Peixoto – Santa Efigênia

Classificação livre

Ao fim do espetáculo será passado o CHAPÉU SOLIDÁRIO.

Venha e traga todos os familiares e amigos!

INFORMAÇÕES  (31) 98713-3341 (Zap)

Siga nossas redes sociais:

Facebook: @acasadobeco

Instagram: casa_dobeco

 

Sinopse

Quinze mulheres se revezam no palco, a fim de darem vida a cinco personagens: Cotinha, Gertrudes, Mariana, Amélia e Jussara.

A narrativa permeia a trajetória destas personagens, desde a infância das brincadeiras e do trabalho à adolescência, construída a partir de sonhos de uma vida feliz no casamento.

Em meio à trama das personagens, o público depara com as memórias das experiências reais das atrizes, que contribuíram para a dramaturgia, ao darem seus depoimentos de vida.

Assim, entre sonho e realidade, acompanhamos a saga de Cotinha, descobrindo a mesma trajetória comum a milhares de mulheres que migraram para as capitais brasileiras, a fim de escaparem de uma realidade opressora – seja a de seus maridos violentos, seja a dos poderes oligárquicos ainda presentes nos grotões do país.

Cotinha escolhe instalar-se, com os filhos, no Morro do Papagaio, em Belo Horizonte, na esperança de uma vida menos sofrida do que a vivida no passado, deixando-nos como mensagem a coragem de se recriar e de sempre recomeçar, pois “Pior do que está, não pode ficar”.

 

 

GRUPO TEATRO ENTRE ELAS

Desde 2011, a Casa do Beco trabalha com mulheres de vários lugares da cidade de Belo Horizonte – em sua maioria moradoras do Morro do Papagaio – e propõe a elas que improvisem e “brinquem”, a fim de buscarem soluções para seus conflitos pessoais, através da criação de cenas que, descobertas em “sala de aula”, lhes possibilitem a ressignificação da vida. A partir desta experiência formou-se o Grupo Teatro Entre Elas.

Quando eu vim para um Belo Horizonte é resultado desse trabalho. Além deste espetáculo, que teve sua primeira montagem em 2014, as senhoras atrizes do grupo estrearam, em 2016, a peça Mãe, Raiz do Morro.

Em 2018, com a inserção de novas mulheres (oriundas de um trabalho que a Casa do Beco realizava no Centro de Saúde local), surgiu a necessidade de uma remontagem do primeiro espetáculo, de forma que essa nova versão permitisse que as quinze integrantes tivessem momentos de atuação, foco e existência cênica.